Viagem da Chica: NYC – Parte I

Tirando as teias daqui, vim dar continuidade a aventura que foi a #viagemdachica! Antes de começar, entretanto, eu gostaria de explicar o que cargas d’água é #viagemdachica. Muita gente já veio me perguntar sem entender nada… Bem, o nome da minha avó é Francisca, e vocês sabem que toda Francisca vira Chiquinha e de Chiquinha pra Chica é um passo. Minhas primas e eu chamamos ela assim quando queremos brincar. Como a viagem foi pra ela nada mais justo que eu chamar de #viagemdachica! Simples assim… Podemos prosseguir?

Então, depois de uma mês da viagem ter acontecido, aqui venho eu falar da parte 3: NEW YORK!!!! Graças às fotos e ao roteiro, eu ainda me lembro de boa parte do que a gente fez, mas vou deixar pra falar só dos essenciais mesmo. Vamos lá então… #partiuNYC

IMG_1945

No primeiro dia na Big Apple eu quis logo levar a vovó pro Central Park, mesmo porque eu tinha feito reserva na Loeb Boathouse, que é aquele restaurante que fica na frente do lago e perto do lugar onde se aluga barquinhos. É também o mesmo restaurante do filme “Vestido pra casar” – aquele que a protagonista queria casar e tal. Já que minha avó estava na cadeira de rodas eu pensei que a melhor forma de conhecermos o parque seria naqueles passeios de carruagem, sem contar que a vovó ia amar andar naquilo. O lado bom da carruagem é que você tem uma visão geral do parque, dos pontos principais e tal. O lado ruim é que você pode ser premiado, como eu e minha prima fomos, e acabar indo com um cara estúpido que não fala nada a viagem inteira. A carruagem da minha avó bombou! O cara contou várias coisas sobre o parque e tal. Eu confesso que não é um passeio barato, porque são só vinte minutos e custa $50. O bom que esse é o preço da carruagem e cabem 4 pessoas, então dá pra dividir.

Depois da carruagem fomos andando para o restaurante. A GENTE ANDOU MUITO! Porque o cara da carruagem te deixa no início do Central Park, perto do Plaza. Tudo bem que é legal andar e observar a vista, mas parecia que nunca ia acabar!!! Enfim, chegamos no restaurante e, pra nossa surpresa, o atendimento foi RI-DI-CU-LO. Pense numas pessoas mal educadas. Não mal educada sou de NYC, mas sou mal educada porque sou má! Sei lá… Foi péssimo. O único lugar da viagem inteira que não trataram minha avó com prioridade. O lado bom é que, tirando isso, a comida é maravilhooooosa e o lugar é lindão mesmo. A gente foi no entardecer então foi muito legal mesmo. No final do dia eu diria que vale a pena ir lá.

Central Park #viagemdachica

No dia seguinte decidirmos tomar café no Junior’s. É um restaurante muito legal e que te oferece um breakfast bem americano mesmo. Eu sugiro o chocolate quente com chantily, os omeletes e as panquecas! As porções são monstruosas, como já é de se esperar, é bom ter isso em mente. Nesse mesmo dia também fomos no Cake Boss Cafe que fica na 8th. É claro que não é a mesma sensação de entrar na Carlo’s Bakery, mas, ainda assim, tem muita coisa gostosa… Tanto que a gente voltou lá quase todos os dias. Experimentem tudo! Haha

Juniors e cakeboss

Parando um pouco a sessão gastronômica, quero falar de um lugar muuuuito legal! Essa é uma dica de passeio mesmo. Inicialmente a ideia era irmos para o Pier 17, mas quando chegamos lá o local estava em reforma. Fiquei com medo de ter perdido a viagem, mesmo porque fica bem longe de onde eu estava. Porém, pra minha surpresa, pelas redondezas do Pier 17 nos achamos muitas coisas legais. Perto do pier tinham várias atividades acontecendo de forma bem tranquila. Um lugar pra passear mesmo. Além disso, lá tem uma tickets sem fila, ou seja, ingressos da Broadway pela metade do preço e sem ter que ficar esperando pra sempre. Tem também várias lojinhas diferentes, uma pracinha, sorvete… Muito legal. Foi lá também que achamos sem querer um memorial do Titanic.

titanic

Pra fechar o post, até porque já está gigante, vou falar de uma das peças que eu assisti: Cinderella. Eu simplesmente AMEI. Gente, eu recomendo demais. É engraçado, prende sua atenção e tem umas trocas de roupa incríveis! Quando eu assisti a Keke Palmer que estava fazendo a Cinderella. Nem eu nem minha família curtimos muito a performance dela, mas o Príncipe faz valer a pena! HAHAHAH. Vocês tem que assistir! É uma produção menor se comparada com Rei Leão ou Aladdin, mas é muito legal.

cinderella on broadway

E por hoje é só pessoal… Espero que tenham gostado das diquinhas. Fiquem ligados que depois tem mais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s